quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Dois Amantes

 

No breu da noite, teu corpo sobre alvos lençois me convida
Em teus lençóis encontro êxtase, em teu suor encontro vida
vida que renasce na pele com pele, nos pelos
Nas línguas que se tocam, em minhas mãos nos teus cabelos

Nada ouço...minha carne tremula ao seu toque...suor,bocas
Nada vejo...meus olhos cerrados em gozo inevitável...fantasias loucas
Teus braços num longo abraço  invade meu silêncio
Silêncio quebrado pelos gemidos que te escapam

Pernas que se confundem, tesão borbulhante, desejo amante
corpos que se fundem, teu íntimo se faz morada para meu sexo pulsante
E nas travessuras do teu corpo, meu corpo arde em chamas
Dois amantes!
 

Poema escrito "a dois"
@rozelimesquit & @Fabio_Piva
Fabio Piva
Obrigada pela honra 










6 comentários:

  1. Lindo texto! Sexy, sensual, ams a melhor parte é o título! A pessoa q escolheu é genial! :-P
    Obrigada Rozeli, por conseguir transformar meu carrancudo namorado num poeta! Você faz milagres mesmo!

    ResponderExcluir
  2. E nas travessuras do teu corpo, meu corpo arde em chamas ....adorei essa parte !!! hehehe Parabéns pelo texto, uuu muito quente !!! gostei muito dessa dupla , sensacional ...

    ResponderExcluir
  3. Arasou no dueto, hein!!!!

    "Calor que exala sem ser fogo, tesão que me toma sem forma e irracional, seu sexo latejante e meu gozo. Tudo é uma trêmula fusão de prazer animal.
    Se me roubas um beijo, tomo-o de volta, se me invades a carne te prendo dentro de mim, e se na loucura desvairada me perco, encontro na loucura do seu corpo a cura do meu desejo e no teu sexo o preenchimento do vazio que sinto em meu interior."
    (by me)

    Um grande abraço!

    ResponderExcluir